Domingo, 26 de Junho de 2022
27°

Muitas nuvens

Boa Vista - RR

Geral Espírito Santo

Setades e Esesp apresentam curso EAD sobre a primeira infância

A formação foi desenvolvida em parceria com a Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup).

20/05/2022 às 10h51
Por: Luiz Valério Fonte: Secom Espírito Santo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo

O curso “O Desenvolvimento da Primeira Infância” foi lançado, na manhã desta quinta-feira (19), no auditório da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), em Vitória. A formação é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) e a Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup). Os participantes do curso poderão acessar a plataforma com as aulas a partir desta sexta-feira (20) e terão acesso ao certificado após a conclusão dos oito módulos, totalizando 60 horas/aula.

O evento contou com a presença da primeira-dama do Estado, Maria Virgínia Casagrande; da diretora-presidente da Esesp, Nelci Gazzoni; da secretária de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Cyntia Figueira Grillo; e da subsecretária de Estado de Articulação de Políticas Intersetoriais, Márlei Vieira Fernandes e do deputado estadual Bruno Lamas. A apresentação do curso contou com a palestra da pedagoga Ana Marta Aparecida de Souza, uma das responsáveis pelo desenvolvimento do material.

Durante a apresentação, a diretora da Esesp, Nelci Gazzoni, lembrou a parceria em muitos setores com a Setades. “Este curso, especificamente da Subsecretaria de Estado de Articulação de Políticas Intersetoriais, no formato de Ensino a Distância (EAD), é de grande relevância sobre o tema Primeira Infância. A apresentação, realizada pela palestrante Ana Marta, nos deu uma visão bem didática de como será a capacitação, por meio de nossa parceria inédita com a Anup, usando toda a plataforma EAD da Esesp.”

Já a secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Cyntia Figueira Grillo, destacou a importância que a primeira infância recebe como política pública, por parte do Governo do Estado. “São muito poucos os estados no País que estão dando a relevância devida à primeira infância. O que estamos fazendo aqui, hoje, tem um caráter inédito. Estamos estruturando uma política ambiciosa, que pretende gerar efeitos extremamente positivos de curto, médio e longo prazos. Essa é nossa visão para a primeira infância no Espírito Santo”, disse Cyntia Grillo.

Para subsecretária de Estado de Articulação de Políticas Intersetoriais, Márlei Vieira Fernandes, o momento é de alegria. “Somos o primeiro estado a firmar parceria com a ANUP e ter um curso na grade da Esesp sobre o tema. O curso vai abordar temas referentes à importância da promoção do desenvolvimento integral e integrado na Primeira Infância, sensibilizar a todos os participantes e contribuir para a formação e qualificação dos servidores públicos estaduais e municipais, aprimorando conhecimentos sobre o cuidado das crianças de 0 a 6 anos e o seu desenvolvimento”.

Ainda segundo a subsecretária, o conteúdo vai muito além de reforçar a importância da articulação dos serviços para atenção integral e integrada à criança. Vai fornecer insumos para a discussão sobre o papel da família no cuidado e na promoção à vida, promover reflexões sobre como o “brincar” e a interações positivas de afeto e vínculo impactam diretamente no desenvolvimento das crianças e previnem violências.

Ao apresentar a dinâmica em que foi construído o curso, a palestrante e pedagoga Ana Marta Aparecida de Souza ressaltou que a ideia foi dar um tom lúdico aos temas propostos, já que a carga informativa é muito grande. “Optamos por usar personagens para apresentar cada módulo trabalhado, enriquecendo com links para aprofundamentos de quem tiver dúvidas. O aprendizado sobre o tema infância é muito dinâmico, porque não existe apenas uma infância. São várias infâncias e diferenças, com tempos únicos vividos por eles. E os responsáveis também passam por essa situação”, explicou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias