Domingo, 26 de Junho de 2022
29°

Muitas nuvens

Boa Vista - RR

Educação Piauí

PRO Alfabetização na Idade Certa realiza formação com coordenadores regionais

A proposta do programa é trabalhar em regime de colaboração com os municípios e garantir o fortalecimento da gestão, o fornecimento de material complementar, o incentivo às escolas, a avaliação dos estudantes e a formação de gestores e professores

27/04/2022 às 11h46
Por: Luiz Valério Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O Programa PRO Alfabetização na Idade Certa deu início, nesta terça-feira (26), em novos módulos de formação continuada direcionados aos coordenadores e formadores regionais. As atividades ocorreim no Diferencial Eventos e no Centro de Formação Antonino Freire, em Teresina.

Gabriela Oliveira, Coordenadora Estadual do PRO Alfabetização na Idade Certa, revela que ao todo serão três frentes de formação dentro dos módulos 2 e 3.

“Teremos a formação de professores do Ciclo de Alfabetização (1º. e 2º. Ano do Ensino Fundamental e Educação Infantil), que tem como público os formadores regionais do ciclo de alfabetização; a formação de professores da Educação Infantil (pré-escola), que tem como público os formadores regionais da educação infantil; e a formação de gestores escolares, que terá como público os coordenadores regionais do programa”, destaca a coordenadora.

A proposta principal das formações atende as necessidades que foram impostas pela pandemia da Covid-19 e devem se conectar com as inovações educacionais dos últimos anos e com a diversidade e com a realidade da educação piauiense.

PRO Alfabetização na Idade Certa realiza formação com coordenadores regionais
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, afirma que o programa foi desenhado para ser feito em colaboração com os municípios, que têm a incumbência constitucional de alfabetizar as crianças.

“Quando você tem esse movimento do Estado indo ao encontro do município e os dois participando desse processo de formação, mostramos para a sociedade que estamos lidando com uma política de estado e não uma política específica de governo. Um programa que tem o estado com todos os 224  municípios pactuados. Todos juntos em prol da alfabetização das crianças”, observa o secretário.

Ellen gera diz ainda que o Piauí, ao longo da última década, vem trabalhando muito para dar conta de um problema que herdamos ao entrar nesse século que foi o analfabetismo.

“Você pega a história do desenvolvimento do nosso estado, verificamos que a pobreza está totalmente conectada com a baixíssima escolaridade que nós encontramos ao longo do século XX, quando tínhamos 35% da população analfabeta acima de 15 anos. Hoje esse índice é de 16%. Então, muito ainda há de ser feito e temos que cuidar logo das crianças para que esse problema não se repita”, completa o secretário da educação.

Edineide Sousa, coordenadora regional do PRO Alfabetização na Idade Certa na 14ª GRE, esclarece que na região de Bom Jesus o programa tá gerando uma grande expectativa para toda a região.

PRO Alfabetização na Idade Certa realiza formação com coordenadores regionais
Foto: Reprodução/Secom Piauí

“É um programa inovador, que chegou para mudar a nossa realidade. Tivemos uma recepção muito boa nos dez municípios em que atuamos. E todos os secretários, todos os prefeitos que receberam, abraçaram o programa, principalmente porque estamos saindo aí desse desse momento mais grave da pandemia. Todos os municípios se sentiram abraçados pelo Estado e pela secretaria nesse momento em que todos estão precisando realmente desse apoio para que as crianças realmente consigam desenvolver a alfabetização na idade certa. E uma formação como essa ela é muito importante, a primeira formação nossa presencial assim estamos muito alegres”, finaliza a coordenadora.

Sobre o programa

O PRO Alfabetização na Idade Certa é o um dos maiores projetos de alfabetização da história do Piauí e surge com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino e dos resultados de aprendizagem dos estudantes. Com investimentos na ordem de R$ 75 milhões, a iniciativa visa apoiar os municípios piauienses na busca pela alfabetização de todas as crianças até os sete anos de idade, matriculadas na rede pública de ensino.  A expectativa é beneficiar mais de 200 mil crianças nas escolas públicas de ensino fundamental.

Em parceria com a Fundação Lemann, o Instituto Natura e a Associação Bem Comum, a proposta é trabalhar em regime de colaboração com os municípios e garantir o fortalecimento da gestão, o fornecimento de material complementar, o incentivo às escolas, a avaliação dos estudantes e a formação de gestores e professores.

Por meio de convênio com as prefeituras, a Secretaria de Estado da Educação vai fornecer, aos municípios, material complementar e de apoio pedagógico para a alfabetização. O programa prevê, também, formação continuada para os gestores das escolas, coordenadores pedagógicos e para professores que atuam na pré-escola e alfabetização. Serão capacitados gestores de oito mil escolas e mais de 15 mil professores das redes estadual e municipais que estão diretamente ligados com o ciclo de alfabetização.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias