Sexta, 20 de Maio de 2022
25°

Muitas nuvens

Boa Vista - RR

Política ELEIÇÕES 2022

Pesquisa mostra queda de Teresa e crescimento de Denarium na preferência do eleitorado

A pesquisa registrada no TRE mostra que Teria teria caído quase 29 pontos percentuais na intenção de votos do eleitorado

19/01/2022 às 19h58 Atualizada em 19/01/2022 às 20h02
Por: Luiz Valério Fonte: Blog do Luiz Valério
Compartilhe:
Dados da Pesquisa do Instituto Alvo Consultoria
Dados da Pesquisa do Instituto Alvo Consultoria

Uma pesquisa feita pelo Instituto Alvo Consultoria, registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número RR-08799/2022, aponta que houve uma mudança significativa nos números da corrida pelo governo de Roraima. De acordo com os dados divulgados, a ex-prefeita Teresa Surita (MDB) teria caído de 72% nas intenções de voto do eleitorado (segundo mostrou pesquisa do Instituto Padrão/outubro de 2021) para 43,3% agora em janeiro. 

O governador Antônio Denarium (Progressistas), por sua vez, subiu de 19,8% para 33,2% também segundo a pesquisa da Alvo Consultoria. As entrevistas foram coletadas entre os dias 4 e 8 de janeiro. Foram entrevistadas mil pessoas. A margem de erro da pesquisa é de 3,1% e o nível de confiança é de 95%.

Ainda segundo a pesquisa, na terceira colocação entre os pré-candidatos aparece o Pastor Isamar Ramalho, com 3,5%, e em quarto lugar vem Fábio Almeida, com 1,3%. 

No que diz respeito à rejeição dos candidatos, o Pastor Isamar Ramalho tem o maior percentual, com 32,2%. Depois, vem Fábio Almeida, com 18,10% de rejeição;  O governador Antônio Denarium aparece em terceiro lugar, com 15,10% de rejeição. A ex-prefeita Teresa Surita tem apenas 9,6% de rejeição entre os postulantes ao governo.

Um total de 10,9% respondeu que não sabe em quem vai votar para governador no pleito deste ano. Outros 3,5% disseram que vão votar branco ou nulo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias