Domingo, 28 de Novembro de 2021
31°

Muitas nuvens

Boa Vista - RR

Política POLÍTICA EM RORAIMA

Jalser Renier e 9 policiais militares são denunciados por 8 crimes no caso do sequestro do jornalista Romano dos Anjos

O Ministério Público sustenta que foi criada uma organização criminosa dentro da Assembleia Legislativa, subordinada ao deputado Jalser Renier e composta por policiais e agentes de inteligência, com a finalidade de praticar diversos crimes

23/10/2021 às 15h16 Atualizada em 23/10/2021 às 15h27
Por: Luiz Valério Fonte: Blog do Luiz Valério
Compartilhe:
O deputado Jalser Renier é acusado de ser o mandante do sequestro e tortura cometidos contra o jornalista Romano dos Anjos
O deputado Jalser Renier é acusado de ser o mandante do sequestro e tortura cometidos contra o jornalista Romano dos Anjos

O deputado estadual Jalser Renier (SD), nove policiais militares, um ex-servidor da Assembleia Legislativa de Roraima, foram denunciados  pelo Ministério Público Estadual por oito crimes relacionados ao caso do sequestro do jornalista Romano dos Anjos.

Os crimes são:  violação de domicílio qualificada, cárcere privado e sequestro qualificado, roubo majorado, dano qualificado, constituição de milícia privada, organização criminosa, tortura, obstrução da justiça.

De acordo com o MP, “apurou-se que foi criada uma organização criminosa dentro da Assembleia Legislativa, composta por policiais e agentes de inteligência, com a finalidade de praticar diversos crimes e estritamente subordinada ao deputado Jalser Renier, então presidente daquela Casa. Por ocasião do incômodo causado a Jalser pela atuação de Romano, a organização criminosa foi utilizada para o cometimento do crime contra o jornalista”. 

Entre os policiais militares estão três coroneis, Paulo Cezar Gomes, Natanael Felipe, Moisés Granjeiro; além dos sargentos, Gregory Thomaz Brashe Júnior e Bruno Inforzato. E ainda os subtenentes, Nadson José Carvalho Nunes e Clóvis Romero Magalhães Souza; o major Vilson Carlos Pereira Araújo e o soldado Thiago de Oliveira Cavalcante Teles, e o ex-servidor da Assembleia Luciano Benedito.

Ainda de acordo com o MP, o deputado Jalser Renier é o idealizador, criador e responsável pela milícia, instaurada dentro da Ale/RR para a prática de diversos delitos.

“Ao lado de diversos outros, levam à certeza da participação do Deputado Jalser Renier no crime ora investigado, na condição de mandante e autor intelectual (autoria mediata) dos crimes em questão, bem como o seu papel de líder da Organização Criminosa Miliciana.

Segundo a denúncia, Jalser Renier praticou ato de embaraçamento das investigações de crime organizado quando utilizou seu cargo de presidente da Ale para ameaçar e intimidar o Governador

de Estado e o Delegado-Geral, e assim tentar interferir na Força Tarefa constituída para investigar o sequestro e tortura do jornalista Romano, condutas já explicada nos itens anteriores. 

Romano dos Anjos foi sequestrado dentro da própria casa por três policiais militares, segundo as investigações. Ele foi amarrado e amordaçado, a esposa dele teve as mãos e as pernas atadas. O jornalista foi espancado e torturado em uma área rural de Boa Vista onde foi deixado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Blog do Luiz Valério
Blog do Luiz Valério
Sobre Tudo sobre a política em Roraima. Saiba mais em: www.luizvalerio.com
Boa Vista - RR Atualizado às 14h19 - Fonte: ClimaTempo
31°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 33°

Seg 34°C 25°C
Ter 33°C 24°C
Qua 32°C 24°C
Qui 32°C 25°C
Sex 33°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias