Segunda, 25 de Outubro de 2021
27°

Muitas nuvens

Boa Vista - RR

Política POLÍTICA EM RORAIMA

Jalser Renier comparece à sessão ordinária da Assembleia de tornozeleira eletrônica

Jalser foi preso no dia 1 de outubro sob acusação de ser o mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos.

13/10/2021 às 13h20 Atualizada em 13/10/2021 às 14h08
Por: Luiz Valério Fonte: Blog do Luiz Valério
Compartilhe:
Jalser foi preso sob acusação de ser o mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos
Jalser foi preso sob acusação de ser o mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos

O deputado estadual Jalser Renier (SD) compareceu à sessão ordinária da Assembleia Legislativa de forma presencial nesta quarta-feira (13). A presença do deputado, até então, era de forma remota desde quando foi afastado do cargo de presidente da Casa.

Jalser se comportou com um parlamentar exemplar. Não confrontou colegas ou levantou polêmicas para criar um clima tenso na sessão. Em alguns momentos, cumprimentou colegas, e votou normalmente as pautas colocadas em discussão.

A sessão contou com a presença de 18 deputados e ausência de outros seis.

O parlamentar estava de tornozeleira eletrônica, aparelho que monitora os passos do deputado e é controlado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), pelo departamento de monitoração. Ele foi preso no dia 1 de outubro sob acusação de ser o mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos.

O detector de movimento foi posto pelo próprio secretário da Sejuc, André Fernandes, quando ele se dirigiu à mansão de Jalser para colocar a tornozeleira, quando o político deixou a prisão no dia 6 de outubro.

Jalser não pode deixar a cidade, precisa ficar em casa durante à noite, e não pode ter contato com outros envolvidos. O parlamentar foi preso no dia 1º de outubro suspeito de ser o mandante do sequestro do jornalista Romano dos Anjos Com ele, foram presos nove policiais militares e um ex-servidor público da Casa Legislativa.

No dia 5 de outubro, o Diretório Regional do Partido Social Liberal (PSL) protocolou na Assembleia Legislativa uma representação para cassar o mandato do parlamentar devido a sua participação no crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias